Curso Reabilitação Perineal Ativa

€0,00
CRP001
Apenas 0 unidades deste produto permanecem

PRÓXIMAS TURMAS 2021

SETEMBRO:

PORTO. 24 A 26, inscrições: Curso presencial - RPA: Reabilitação Perineal Ativa (Set 2021) - Porto (bwizer.com)

DEZEMBRO:

LISBOA, 17 A 19, inscrições: Curso presencial - RPA: Reabilitação Perineal Ativa (Dez 2021) - Lisboa (bwizer.com)

O Reabilitação Perineal Ativa é um curso de introdução à fisioterapia uroginecológica na vertente da reabilitação dos músculos do pavimento pélvico para o tratamento e prevenção de suas disfunções nos homens e nas mulheres. É indicado para os profissionais que não têm experiência na área que serão capacitados para o atendimento dos pacientes adultos (homens e mulheres) com disfunções neuromusculares que afetam o sistema urinário, defecatório, sexual e de sustentação.

Aqui o profissional terá toda a base necessária para a reabilitação funcional neuromuscular do pavimento pélvico das mulheres e dos homens, entendendo como utilizar o protocolo Reabilitação Perineal Ativa nas principais disfunções do pavimento pélvico: incontinência urinária, incontinência fecal, retenção urinária, obstipação intestinal, prolapsos dos órgãos pélvicos, disfunções sexuais, dor pélvica.

O protocolo Reabilitação Perineal Ativa (RPA) foi desenvolvido pela Dra. Laira Ramos, sendo o primeiro, e até agora único, protocolo válido cientificamente que visa a reabilitação global dos músculos do pavimento pélvico e não o tratamento isolado de cada patologia. Ao fim do tratamento estes músculos devem ser capazes de realizar todas as suas funções: urinária, defecatória, sexual e de sustentação. Seus resultados científicos foram verificados na sua tese de doutoramento no Departamento de Ginecologia da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), São Paulo, Brasil. Esta tese teve a orientação do Prof. Doutor Manoel Joao Batista Castello Girão e a coorientação do Dr. Ricardo Mendes Alves Pereira. A banca examinadora foi composta pela Prof. Doutora Zsuzsanna Ilona Katalin De Jarmy Di Bella, pelo Prof. Doutor Jorge Milhem Haddad, pelo Prof. Doutor Walter Antonio Prata Pace e pelo Prof. Doutor Octacilio Figueiredo Netto.

Link para a tese https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6810829

O protocolo Reabilitação Perineal Ativa é composto por 14 sessões individuais, cada sessão tem a duração média de 50 minutos onde o paciente realiza cinesioterapia com biofeedback por eletromiografia, e eletroestimulação. Ambos realizados por com uma sonda intracavitária. A dificuldade dos exercícios evolui gradativamente sessão por sessão, estando o protocolo dividido em 3 fases: sessões de 1 a 4 são para o ensino da contração e do relaxamento; sessões de 5 a 8 são para o treino de agilidade e coordenação muscular; sessões de 9 a 14 para a promoção da hipertrofia muscular. Ao fim de cada sessão os pacientes são orientados a fazerem exercícios em casa e as mulheres instruídas na utilização dos cones vaginais.

O protocolo está descrito no livro Reabilitação Perineal Ativa, escrito pela Dra. Laira Ramos e revisado pelo Dr. Hélio Fernandes Retto e pela Dra. Eliana Cristina Hilberath Moreira e disponível para free download em https://www.rpaeserie.com/material-gratuito. A Dra. Laira Ramos detém a propriedade intelectual desse protocolo, capacitando e autorizando seus alunos a utilizarem o método.

Objetivo Geral

Dotar os formandos dos conhecimentos teóricos e práticos necessários para avaliarem, planearem e intervirem de forma adequada em todas as disfunções neuromusculares do pavimento pélvico, nos homens e nas mulheres, visando a reabilitação funcional neuromuscular global, utilizando um método inovador e válido cientificamente.

Objetivos Específicos:

  • Capacitar os formandos para oferecem uma melhora a qualidade de vida para os pacientes
  • Formar profissionais para serem respeitados e valorizados no mercado
  • Conhecer os princípios da Reabilitação Perineal Ativa
  • Conhecer a mais recente evidência científica em fisioterapia uroginecológica
  • Ensinar a avaliação física e anamnese.
  • Identificar as diversas disfunções do pavimento pélvico.
  • Selecionar a metodologia e ferramentas de intervenção adequadas a cada caso
  • Executar corretamente os exercícios de cinesioterapia para as patologias do pavimento pélvico
  • Perceber a importância do biofeedback e da eletroestimulação na reabilitação perineal
  • Utilizar corretamente os cones vaginais

Diferencial

Ao final do curso os fisioterapeutas estarão preparados para utilizar o método da Dra. Laira Ramos e terão acesso aos recursos digitais que ela utiliza em sua própria prática clínica. Ela estará disponível, no grupo do FaceBook Fisioterapeutas RPA, para responder as questões em um processo de mentoria para seguir seus alunos e lhes dar suporte contínuo.

Programa:

  • Anatomia da pelve (aula dinâmica e interativa com a utilização de vários modelos anatômico)
  • Neurofisiologia muscular
    • programação de movimento
    • movimentos automáticos
    • resposta reflexa
  • Biomecânica da pelve
    • associada às atividades de vida diária e atividades específicas que aumentam a pressão intra-abdominal
  • Funções do pavimento pélvico
    • relação com as diversas fases da vida da mulher e do homem
  • Fisiologia da micção e como identificar uma disfunção
  • Fisiologia da defecação e como identificar uma disfunção
  • Fisiologia da sexualidade e como identificar uma disfunção
  • Disfunções do pavimento pélvico nas mulheres e nos homens
  • Qualidade de vida e as disfunções do pavimento pélvico
  • Descrição das técnicas utilizadas no protocolo RPA
    • cinesioterapia
    • biofeedback por pressão
    • biofeedback por eletromiografia
    • eletroterapia
    • cones vaginais
  • Objetivos da reabilitação visando uma reabilitação neuromuscular funcional global
  • Anamnese completa para a uroginecologia
    • a utilização do prontuário da Dra. Laira Ramos
  • Exame físico: técnicas internas e externas
  • A utilização do protocolo RPA
    • 1ª fase do protocolo RPA – ensino da contração e do relaxamento
    • 2ª fase do protocolo – treino da agilidade e coordenação muscular
    • 3ª fase do protocolo – promoção da hipertrofia muscular
  • Como associar o RPA com as técnicas já utilizadas
  • Quando podemos fazer os tratamentos em grupo
  • Como dar seguimento ao tratamento e manter os resultados conquistados
  • Como começar
    • que materiais comprar
    • como montar sua sala
    • como fazer publicidade
  • Discussão de casos clínicos
  • Avaliação dos alunos


Inscreva-se e receba nossas novidades